Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sobre as campanhas eleitorais

por blog autarquicas, em 31.01.17

A fase da campanha eleitoral é fértil não só em promessas mas também na diversidade que os cartazes das campanhas apresentam. Os mais (des)inspirados terão tempo de antena privilegiado aqui no blog, que pretende recolher imagens de cartazes com textos pitorescos, design kistch, localizações estratégicas invulgares ou outros exemplos igualmente delirantes. Colaborem e enviem-nas.

Estado de sitio. Será que não existem profissionais capazes e com competências académicas vulgarmente conhecidas por artes gráficas? Temos bons designers em Portugal com apetências profissionais suficientes para suprimir a falta de bom gosto no contexto da ergonomia visual... tais cartazes, ferem a o bom senso e provam a falta de cultura visual que reina no nosso país.

É triste observar como designer licenciado, o facto de muitos como "nós" rumarem para o estrangeiro por falta de trabalho no nosso país de seu nome Portugal, enquanto quem fica por cá assiste às desgraças e aberrações pseudo profissionais executadas por amadores. Ao contrário do que muita gente pensa, esta área profissional (design) não se resume à estética. Muito pelo contrário, design não é estética mas sim, um acto objectivo que gira em torno de um processo projectual, que visa suprimir as necessidades do utilizador de uma forma clara e científica sobre a autarquia institucional. Para tal é necessário conjugar e deter conhecimentos vastos e ao mesmo tempo complexos que devem ser coordenados e aplicados ao projecto de uma forma objectiva e intencional (tipografia, ergonomia visual, leitura e analise de imagem, economia de produção, estudos sociais e antropológicos).

Eu como designer industrial estou farto deste país medíocre e pequeno, em que todos os dias se encerram empresas devido à inexistência de uma estratégia de educação que vise a produtividade nacional. Eu como licenciado e filho do Carlos padeiro vejo-me obrigado a deixar este país e apresentar os meus projectos às linhas de produção estrangeira, porque em Portugal reina a destruição e não a criação. Abandonar este país?!! muitos já o fizeram como: Paula Rego; Saramago; Doutor Damásio e muitos outros. Estou farto de ser mais um português inserido numa democracia maçónica que corta as esperanças de um povo que já não tem vontade de lutar.

Como tal, as questões inerentes à sua concepção (design) também são relevantes. Se o meu comentário não foi produtivo, a sua intervenção relativamente ao "bacalhau" foi sem duvida o melhor comentário em todo este blog. Por outras palavras, o seu comentário é nulo e revela falta de sentido abrangente, já para não falar em ignorância extrema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:56



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D